Arquivos Mensais: Fevereiro 2014

Estrada do Mato Comprido

As flores das laranjeiras sustentavam as manhãs O campo crescia verde no alarido das cigarras Vacas pariam, no estábulo, a eternidade das famílias De dentro do morro vinha um silêncio de reserva – como o das casas em que há, … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Não me leve a mal

Não me leve a mal Falei de coração quente Meti os pés pela boca Falei o oposto do que sinto e penso quando penso em você Não me leve a mal mas aquele que ama (e me perdoe o Quintana) … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Fiat lux

Nunca vi Deus fazer surgir um fósforo mas dizem que criou a luz e as trevas o céu e a terra os bichos e a gente Todo dia vejo o sol nascer e toda noite o sol se pôr e … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Pergunte ao pó

Viveu, não viveu, o pó comeu, o chão comeu, o não comeu. Mas quem sou eu? Matéria de um sonho? Sonho da matéria? Eu sou eu, não sou eu. Sou tudo o que serei, tenho uma força enorme. Quando eu … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | 1 Comentário

Três fff

Os três fff conjugados de fama, foda e fortuna, no entendimento dos sábios compõem a felicidade. Mas a vida embaralhou o alfabeto do meu fado: perdido no anonimato, resto fodido e mal pago assistindo ao BBB em pay-per-view na tevê.

Publicado em Uncategorized | 1 Comentário